O Enterro

     Numa ocasião saimos do centro de Porto Alegre, num grupo formado por pessoal da Skyteam e Flytour, nosso destino era o funeral de uma conhecida agente de viagens local.
    
    Ao cruzarmos a Rua da Praia (Rua dos Andradas - Famosa rua do centro da cidade) encontramos um sujeito que distribuia folhetos de uma financeira, cujo verso era a réplica de uma nota de cem reais.
   
    Um dos colegas apanhou o folheto e guardou.
    
    Quando chegamos ao cemitério israelita, logo apareceu um guardador de carros (flanelinha), este prometeu cuidar bem dos três carros que haviamos chegado.

    Na saída, nosso colega enrolou bem o folheto, com a réplica da nota para fora, e colocou no bolso do feliz flanelinha,que quase o beijou de tanta emoção e felicidade.

    E nunca, três carros desceram a lomba do cemitério com tanta velocidade.
 
Comments